A mídia que cabe no seu bolso.

A mídia que cabe no seu bolso.

rota da cerveja em santos

Rota da Cerveja Artesanal em Santos

Facebook
WhatsApp
LinkedIn

Ivan Belmudes

Um vitorioso time de futebol, onde jogou Pelé. O maior porto da América Latina. Esses são alguns dos motivos que fazem Santos ser reconhecida em todo planeta. O que muitos não sabem é que um novo produto fabricado na Cidade vem ganhando o mundo: a cerveja. As marcas locais, que conquistaram o coração dos santistas, já estão sendo exportadas para diversos países da Europa e até para a China.

Atualmente, o Município conta com cinco cervejarias e uma produção que ultrapassa os 70 mil litros/mês. Pensando no crescimento do setor na Cidade, a Prefeitura lança, nesta sexta-feira (23), a Rota da Cerveja Artesanal de Santos, que permitirá aos participantes conhecer todas as empresas locais e degustar cada uma das criações.

O evento de lançamento da Rota, aberto ao público, acontece a partir das 18h30, no Beco (Rua do Comércio, 145 – Centro Histórico). A ação, promovida pela a Secretaria de Empreendedorismo, Economia Criativa e Turismo (Seectur), será um “aperitivo” antes da Rota, possibilitando que todos conheçam um pouco mais sobre as cervejarias e experimentem as marcas em um único local. Mais informações sobre a rota podem ser conferidas clicando neste link. 

RELAÇÃO ANTIGA

Com grande potencial de crescimento, as cervejarias santistas são recentes. Com produtos de qualidade, elas vêm ganhando cada vez mais espaço na preferência do consumidor. Mas, a relação de Santos com a cerveja é antiga, sendo o Porto o grande responsável, por receber grande parte das cervejas que vinham importadas para o País, desde a chegada da família real portuguesa, em 1808.

Antes de seguirem para outras regiões, matavam a vontade de muitos santistas, que logo viraram fãs da novidade. De lá pra cá, virou a bebida mais consumida no país e, nos últimos anos, Santos vem resgatando esta história com suas novas fábricas artesanais.

Agora, o Porto se torna também porta de saída da bebida brasileira e, porque não dizer, santista. E nada melhor do que começar a apresentação das cervejarias com uma que, em seu nome, homenageia o Porto e seus trabalhadores.

@estivacervejaria

Trata-se da Estiva Cervejaria (Av. Ana Costa, 410 – Gonzaga), que nasceu em 2016 para experimentar alquimias e inovar sabores e experiências. Em 2020, inaugurou seu Brewpub (estabelecimentos onde a cerveja é feita e consumida no mesmo local) no primeiro Food Market da região (Praia Palace Food Market), com dois ambientes e deck ao ar livre (pet friendly). Atualmente, gera 12 empregos diretos e mais de 30 indiretos, com uma produção mensal de 15 mil litros. 

estiva cerveja artesanal
estiva cerveja artesanal em santos

O proprietário da empresa e cervejeiro da marca Ricardo Pereira Veloso, o Cadu, conta que o nome surgiu justamente para homenagear o Porto de Santos e os trabalhadores da categoria portuária.
Engenheiro de formação e oriundo da indústria, Cadu conta que tudo começou com a paixão pela fabricação caseira. “Há 14 anos teve início como diversão, mas vieram os cursos, o aprendizado e a paixão pessoal virou profissão. A nossa intenção é trazer uma cerveja viva, in natura, que traga as características originais, sem química ou adição de qualquer composto e com variedade o suficiente para agradar todos os gostos”


Conheça mais sobre as cervejarias EstivaEverbrewFilomena, Jurássica Santista

Ivan Belmudes

Um vitorioso time de futebol, onde jogou Pelé. O maior porto da América Latina. Esses são alguns dos motivos que fazem Santos ser reconhecida em todo planeta. O que muitos não sabem é que um novo produto fabricado na Cidade vem ganhando o mundo: a cerveja. As marcas locais, que conquistaram o coração dos santistas, já estão sendo exportadas para diversos países da Europa e até para a China.

Atualmente, o Município conta com cinco cervejarias e uma produção que ultrapassa os 70 mil litros/mês. Pensando no crescimento do setor na Cidade, a Prefeitura lança, nesta sexta-feira (23), a Rota da Cerveja Artesanal de Santos, que permitirá aos participantes conhecer todas as empresas locais e degustar cada uma das criações.

O evento de lançamento da Rota, aberto ao público, acontece a partir das 18h30, no Beco (Rua do Comércio, 145 – Centro Histórico). A ação, promovida pela a Secretaria de Empreendedorismo, Economia Criativa e Turismo (Seectur), será um “aperitivo” antes da Rota, possibilitando que todos conheçam um pouco mais sobre as cervejarias e experimentem as marcas em um único local. Mais informações sobre a rota podem ser conferidas clicando neste link. 

RELAÇÃO ANTIGA

Com grande potencial de crescimento, as cervejarias santistas são recentes. Com produtos de qualidade, elas vêm ganhando cada vez mais espaço na preferência do consumidor. Mas, a relação de Santos com a cerveja é antiga, sendo o Porto o grande responsável, por receber grande parte das cervejas que vinham importadas para o País, desde a chegada da família real portuguesa, em 1808.

Antes de seguirem para outras regiões, matavam a vontade de muitos santistas, que logo viraram fãs da novidade. De lá pra cá, virou a bebida mais consumida no país e, nos últimos anos, Santos vem resgatando esta história com suas novas fábricas artesanais.

Agora, o Porto se torna também porta de saída da bebida brasileira e, porque não dizer, santista. E nada melhor do que começar a apresentação das cervejarias com uma que, em seu nome, homenageia o Porto e seus trabalhadores.

@estivacervejaria

Trata-se da Estiva Cervejaria (Av. Ana Costa, 410 – Gonzaga), que nasceu em 2016 para experimentar alquimias e inovar sabores e experiências. Em 2020, inaugurou seu Brewpub (estabelecimentos onde a cerveja é feita e consumida no mesmo local) no primeiro Food Market da região (Praia Palace Food Market), com dois ambientes e deck ao ar livre (pet friendly). Atualmente, gera 12 empregos diretos e mais de 30 indiretos, com uma produção mensal de 15 mil litros. 

O proprietário da empresa e cervejeiro da marca Ricardo Pereira Veloso, o Cadu, conta que o nome surgiu justamente para homenagear o Porto de Santos e os trabalhadores da categoria portuária.

Engenheiro de formação e oriundo da indústria, Cadu conta que tudo começou com a paixão pela fabricação caseira. “Há 14 anos teve início como diversão, mas vieram os cursos, o aprendizado e a paixão pessoal virou profissão. A nossa intenção é trazer uma cerveja viva, in natura, que traga as características originais, sem química ou adição de qualquer composto e com variedade o suficiente para agradar todos os gostos”.

A cervejaria conta com 20 torneiras de variados estilos em sistema de autoatendimento, bastando o consumidor usar o cartão recarregável da empresa. Para o cliente José Pedro Estrella, essa comodidade é um diferencial. “Dá liberdade de o cliente escolher o que quer, conhecer novos estilos, isso para mim é um diferencial. Mas o sabor é o principal, conheço a cervejaria desde o início e penso que eles atingiram um padrão de excelência”.

Fotos: Carlos Nogueira/PMS

@cervejariaeverbrew

Com exportações para a China e para países europeus como Holanda e Itália, a Cervejaria Everbrew (Mercado Municipal – Praça Iguatemy Martins – Vila Nova) é um dos destaques da Cidade quando se fala em cerveja. A empresa foi fundada em 2016, é multipremiada e hoje já contabiliza mais de 200 lançamentos.

Comandada pelos sócios Renê dos Santos e Célio Ongaro Jr, a cervejaria produz hoje 35 mil litros por mês dentre os diversos rótulos da marca. Célio conta que tudo começou de maneira artesanal, como um hobby dos amigos. “Mas sempre que o Renê levava a cerveja para as pessoas experimentarem, elas gostavam e queriam mais das novas criações. Depois disso, passamos a investir cada vez mais na ideia”.

No primeiro momento, a empresa ainda tinha produção cigana, que ocorria principalmente em Botucatu (produzida em um pátio fabril alugado, que já tem todas as autorizações e equipamentos necessários). Em 2016, a cerveja foi lançada em Santos e, no ano seguinte, começou a ser distribuída em todo Brasil.

Em 2018, foi inaugurado o Pub da marca no canal 4 (em frente à Praça Palmares), que funciona com 14 torneiras de chope, além de oferecer drinks e um cardápio de comidas. O grande salto foi dado em 2020, quando a empresa inaugurou sua fábrica no Mercado Municipal de Santos, com tecnologia e equipamentos modernos, sendo um marco na indústria cervejeira local. Hoje, a empresa conta com nove funcionários diretos e movimenta outros 40 indiretamente.

Renê explica que sempre confiaram no processo de revitalização do Centro e agora colhem os frutos do investimento. “A marca foi ficando conhecida, hoje é uma referência no Brasil de IPA, tendo quatro das cinco primeiras colocadas no ranking nacional. Esperamos agora a revitalização do Mercado Municipal, quando poderemos expandir ainda mais a experiência para o consumidor”.

Fotos: Carlos Nogueira/PMS

@filomena_etilica

Impossível não se encantar pela cachorrinha que é a mascote da Cervejaria Filomena (Rua Frei Gaspar, 101 – Centro). O nome é justamente uma homenagem à fiel companheira de Tiago Teixeira Seixas, o dono e idealizador da marca.

Apesar de inaugurar a empresa em 2021, ela veio de um sonho que atravessou gerações, quando o avô ensinou ao neto seu ofício de cervejeiro. Thiago guarda com ele até uma pasta com as receitas originais datilografadas pelo antigo mestre.

O cervejeiro conta que foram muitos cursos e aprendizados antes de tirar a ideia do papel. E o objetivo desde o início era empreender em Santos. “O sonho da família era montar uma cervejaria na Cidade. A ideia surgiu há décadas, mas era muito mais difícil para adquirir maquinários e licenças. Nunca passou pela cabeça empreender em outro lugar que não aqui e no Centro”.

A cervejaria conta com uma paleta de cores que remetem a Califórnia, rótulos com homenagens a álbuns clássicos do rock, sempre com a fiel mascote. A empresa possui mais de 15 estilos da bebida, tudo sem aditivos e nenhuma química, com uma produção de 2 mil litros/mês.

Publicitário de formação, Thiago explica que a intenção é sempre misturar elementos do clássico com o novo, da inovação e criatividade, com a obsessão de criar novos sabores. “Somos uma empresa de criatividade que vende cerveja. A gente harmoniza cerveja com música, não com comida. Temos o cuidado da criação de receitas autorais”.

Fotos: Marcelo Martins/PMS

@cervejariajurassica

Como um nome que faz referência aos dinossauros, a Cervejaria Jurássica (Rua João Guerra, 182 – Macuco) fabrica as bebidas desde 2020, sempre buscando o sabor clássico, com a preocupação de agradar os clientes mais exigentes e tradicionalistas.

Este é o caso do estivador aposentado e cliente assíduo, Vladimir Dionísio da Silva. Ele explica que gosta dos 11 tipos de cerveja artesanal vendidos na Jurassica. “O que faz delas especiais é justamente o cuidado no preparo. O sabor deixa claro que é algo feito por quem ama cerveja”.

O proprietário e cervejeiro da Jurássica, Maurício Riscala Name, foi mergulhador profissional por 15 anos, mas sempre teve a cerveja como paixão. A empresa, que produz atualmente 8 mil litros/mês, surgiu justamente pelo incentivo de amigos, que gostavam da bebida que ele fabricava ainda como hobby.

“O que nos diferencia é o cuidado que temos para realizar a produção de cervejas, visando manter um padrão de sabor retrô, com as receitas originais dos estilos, o que faz da nossa cervejaria um ambiente jurássico”, conta Maurício, aos risos.

Fotos: Carlos Nogueira/PMS

@cervejariasantista

E ao falar das marcas locais, é impossível não citar a Cervejaria Santista (Rua Dr Cochrane, 125 e 127 – Paquetá). O proprietário Victor Marsaioli Doneux faz questão de deixar claro que é santista de coração, nascimento e torcida, daí vem o nome da empresa. “Nosso diferencial é fazer cervejas bem elaboradas, com estilos que não são tão comuns por aqui. Trazer novidades sempre, mas sem perder o estilo original da cerveja catalogada”.

A empresa foi fundada em 2021 com o desejo de resgatar a cultura e a história de Santos, entregando um pouco desse legado a cada gole de seus produtos. Uma das missões propostas no empreendimento é contar a história da Cidade através de rótulos clássicos, modernos e experimentais de cervejas com qualidade, consistência, criatividade e respeito à cultura local.

Hoje, a cervejaria produz cerca de 12 mil litros/mês e conta com três funcionários. Entre eles, os irmãos Bartolomeu de França Filho e José Francisco da Silva França, de 52 e 51 anos, respectivamente. Bartolomeu é cozinheiro industrial e conta que está apaixonado pelo ramo cervejeiro. “É algo completamente novo, um caminho que me deram a oportunidade de seguir e já me apaixonei completamente”.

José, o irmão mais novo, também está empolgado. “Muito feliz com a oportunidade. Estou aprendendo todo o processo de produção, desde a feitura da cerveja até a limpeza e esterilização”.

Fotos: Marcelo Martins/PMS

Assim como foi explicado anteriormente, a produção cigana é a maneira como quase todas as marcas de cervejas surgem no País. Nesse método, a bebida é produzida em um pátio fabril alugado, que já tem todas as autorizações e equipamentos necessários. Afinal, são muitas as dificuldades técnicas para empreender neste disputado ramo, principalmente no que diz respeito à obtenção de licenças federais.

Em breve, a Cidade deverá contar com mais fábricas, empregos e geração de renda relacionados à cerveja. Isso porque empresas ciganas como a Cais (@caiscerveja_oficial), Infected (@infectedbrewingco), Manube (@cervejariamanube), Bicudo (@bicudobrewing) e Demonho (@cervejademonho) ganham cada vez mais espaço nas prateleiras dos bares e no gosto dos cervejeiros espalhados pela região.

Fonte : https://www.santos.sp.gov.br/

Duelo de Motos em Atibaia
Conheça Holambra — a cidade das flores
Como chegar em Monte Verde de carro, ônibus ou avião
O que fazer em Socorro — Top 3 lugares para se aventurar

Siga-nos

Publicidade

MINI GUIA

Com mais de 15 mil exemplares nós levamos sua marca para mais de 15 cidades e divulgamos além do digital.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *